• PreparativosVistoPassaporteMalasComplexo DisneyAnimal KingdomBlizzard BeachDownton DisneyEPCOTMagic KingdomHollywood StudiosTyphoon LagoonA CidadeHotéisRestaurantesMapasClimaInformações geraisOutros ParquesUniversal StudiosIslands of AdventureSea WorldBusch GardensComprasEletrônicosMalls/OutletsRoupasSupermercadosOutras AtraçõesArabian NightsBelieve it or notCirque d'SoleilGatorlandMedieval TimesNASANBANotícias
  • Melhor visualizado 1024x768

    gramAÇÃO a

    A programação dos dias deve ser muito bem elaborada sempre visando conhecer a maioria dos parques do seu interesse. Se você ainda pretende deixar alguns dias para compras, deve estar atento para algumas observações:

    Universal (universalorlando.com/brazil);
    Busch Gardens (buschgardens.com);
    Sea World (seaworld.com).

     

    FAST PASS

    Disponível em algumas atrações dos parques da Disney (você pode saber quais têm esse sistema no mapa do parque).
    Consiste em fornecer um ticket que dá direito a você voltar mais tarde na atração (dentro do horário marcado no ticket) e entrar mais rapidamente – menos de 10 minutos.
    Para ver se vale a pena, ao chegar em uma atração que tem FAST PASS você deve consultar o relógio que indica o tempo de
    espera na fila normal.
    Caso seja muito longo, vá até a máquina do FAST PASS, insira o seu ticket e ela liberará um ticket que vai indicar um intervalo de tempo (de uma hora) entre o qual você poderá retornar a atração e entrar diretamente na fila que indica FAST PASS. Assim você entrará na atração no máximo em 10 minutos.
    O ticket também indica depois de quanto tempo você poderá pegar um novo FAST PASS nessa ou em outra atração.

    PHOTOPASS

           Você vai reparar que em alguns pontos dos parques da Disney contam com a presença de fotógrafos oficiais do parque. Na primeira vez que ele fotografar você ou alguém de sua família ele lhe fornecerá um cartão. A partir daí todas as vezes que for fotografado por um deles poderá apresentar o mesmo PHOTOPASS.
     Você poderá acessar as fotos pela internet, elas ficam disponíveis por 30 dias. Entretanto para adquiri-las é necessário comprá-las – www.DisneyPhotoPass.com

     

    Quantos aos parques

    - Sempre chegue cedo aos parques. (deixe para dormir no Brasil, dormir em dólar é mais caro).

    - Faça o roteiro na hora que chegar no parque para não perder os shows, lembre-se que não voltará neste parque (pelo menos desta vez). 

     - No estacionamento - marque bem o lugar aonde deixou o seu carro, não é você que escolhe o local, você segue a fila e coloca no local seguindo a sequência que os funcionários definem. Por isso não é difícil você esquecer o local aonde deixou, pois além disso, você vai até o parque com um trenzinho, que também voltará nele, e deverá saber o local para desembarque.

    - só é pago uma vez por dia, não importa quantas vezes ande com o veículo. Como são muito grandes, convém lembrar o nome da personagem e a fileira em que parou, para não se perder na saída.

    - O Magic Kingdom e o Epcot são parques com poucos brinquedos de montanhas russas, se o seu objetivo é "adrenalina" direcione seu foco para outros parques como - Islands of Adventure, Busch Gardens. Porém não esqueça que são parques maravilhosos e que terá sem dúvida várias outras emoções.

    - Fast Pass - isto é sensacional, e possibilita você se organizar para pegar menos filas. Como funciona: existe em todos os parques da Disney, e em alguns brinquedos (está indicado nos mapas com a sigla FP) Você tem o direito de pegar quantos quiser, porém apenas um de cada vez (que estará na entrada do brinquedo). Você coloca o seu passaporte e pega um ticket que identificará a hora que você pode voltar ao brinquedo sem entrar na fila (lembre que é uma entrada paralela à fila). Neste intervalo você poderá ir a outro brinquedo e retornar neste no horário indicado. Nos parques da Universal também existe esta fila rápida, porém você só terá direito ser comprar um ingresso mais caro (quase o dobro do preço original).

    - Se a sua viagem for um pouco mais longa deixe alguns dias de compras, procure reservar os finais de semana e feriado, pois neste dias os parques estão lotados.

    - Faça uma programação bem detalhada de sua viagem, dia a dia, levando em conta todos os parques que pretende visitar e os dias de compras. Aqui você poderá ter alguns modelos de programação, considerando o seu principal objetivo de viagem.

      • todos os parques temáticos ficam apinhados em certos dias. Eis os dias mais movimentados – Magic Kingdom: segunda, quinta e sábado; Epcot: terça, sexta e sábado; Disney-MGM: quarta e domingo.
      • Horários: se houver muito movimento, os horários de funcionamento aumentam (em geral das 9h às 22h, 23h ou 24h). Com pouco movimento vão das 9h até 18h ou 20h. Sempre cheque. Os parques abrem 30 minutos mais cedo para quem tem passe e para hóspedes dos hotéis.
      • Para aproveitar bem, reserve dois dias para o Magic Kingdom e dois para o Epcot e um dia para o Animal Kingdom e para Disney-MGM.
      • Evite as multidões e o calor. Chegue o mais cedo possível e visite primeiramente a (as) atração mais concorrida(s). Dê uma parada no início da tarde, quando fica mais quente e os parques enchem. Volte aos parques com o frescor da noite para ver os desfiles e os fogos.
      • Logo na entrada dos parques existem os locais onde se pode conseguir o Guia do Parque, e o Times Guide. O primeiro tem em português no Guest Relation. O guia contém um mapa e todas informações das atrações    e dos brinquedos como altura mínima permitida, horários, tradução, etc. É um guia fundamental para o parque, e deve ser retirado logo na entrada. Sugestão – compensa perder uns 10 minutos na chegada fazendo seu roteiro do dia, assim você não corre o risco de perder nenhuma atração, ou brinquedo.
      • se estiver junto com crianças, sempre que chegar ao parque combine um local de encontro em caso de se perder, isso dará mais segurança para você e para ela.  Colocar uma fita com nome, endereço e telefone no braço da criança também é interessante. Os parques sempre possuem pontos de referência que podem ser vistos de qualquer local do parque (ex: Castelo da Cinderela no Magic Kingdom).
      • Stroller Parking - do lado de fora de cada atração encontra-se uma área reservada para o estacionamento dos carrinhos. É só encosta-lo e retira-lo no final do show. Esse é um hábito comum entre os americanos e os turistas, por isso pode parar tranqüilo e assistir o seu show, mesmo que precise deixar alguma coisa no carrinho, como alimento, bolsa de bebê, até compras, fique tranquilo, pois quando voltar seu carrinho estará intacto!
      • ainda referente às crianças, caso seja de colo, ou tenha até 3 anos, vale  pena comprar um carrinho de bebê.
      • no Wall Mart, pagará 20 dólares aproximadamente, e no parque o aluguel fica por dia U$ 9,00. Além do carrinho ainda ajudar a transportar suas malas.
      • é uma boa opção levar lanches e outras guloseimas (batatinhas, bolachas, barrinhas de cereais, etc.) nos parques, pois, para comer nas lanchonetes (e na maior parte das vezes se trata de hambúrguer e batatinha), se gasta de U$ 7,00 a 10,00 por dia por pessoa em uma refeição.
      • levar refrigerantes nos parques, utilizando uma bolsa térmica. Uma boa bolsa no Wal Mart custa 10 dólares. Se você optar por uma bolsa térmica com rodinhas (o que ajuda bastante, vai encontra no Bargain World – existem várias lojas na Cidade, geralmente perto  de um restaurante da Ponderosa, e você vai pagar em torno de 30 a 35 dólares) Um refrigerante no parque custa U$ 2,00. Cada embalagem com 8 refrigerantes no super mercado (Wal Mart) custa U$2,88. Os parques Animal Kingdom, Universal Studios, Adventure Island e Busch Gardens contam com um sistema de refil, ou seja, você compra o copo souvenir (variando entre 6 e 10 dólares) e pode reabastecê-lo pagando apenas a bebida, quantas vezes quiser. Mesmo assim, o refil varia de 1 a 2 dólares.
      • Os parques da Disney contam com tradutores em fones de ouvido, que podem ser encontrados no Guest Relation. Deixa-se um depósito de U$100,00 que é devolvido na entrega do fone. É uma boa opção para as crianças, que não conseguem entender o inglês. Entretanto ainda são poucas atrações que contam com este recurso, que estão indicadas no Guia do Parque.
      • É interessante fazer uma programação assim que chegar ao parque das atrações que você pretende ver, analisando o horário e a distância de cada uma delas. Os parques são divididos em setores (temáticos). Com isso você pode fazer um roteiro que permita  conhecer quase todo ele no dia. Aproveitando as atrações que deseja conhecer. Dessa forma você não perde tempo andando de um lado para o outro, visto que os parques são grandes.
      • Não perca as atrações. Especialmente: Animal Kingdom (Rei Leão, Pássaros), MGM (A Bela e a Fera), Magic Kingdom (cine 3D Mickey, Parada), SeaWorld (Shamu, Leão Marinho)
      • alguns parques compensam ser vistos em dois dias, como Magic Kingdom, Epcot e Universal Studios, devido ao numero maior de atrações. FastPass - é um sistema de ingresso rápido, atualmente disponível nas 25 mais concorridas atrações dos parques da Disney. Funciona assim: na entrada da atração encontramos dois relógios, um deles indica o tempo estimado de espera na fila, o outro apresenta o horário de retorno para quem tem o Fastpass. Quando colocamos o ingresso na catraca, ela o lê e devolve acompanhado de um ticket que informa a que horas devemos voltar à atração. Na volta, entramos na fila que indica Fastpass e vamos direto para a atração com pouca ou nenhuma espera. O ticket também nos informa a partir de que horas podemos retirar um novo Fastpass. Assim, a espera é reduzida e ficamos a vontade para aproveitar melhor o tempo. Os parques da Universal também apresentam um sistema semelhante de acesso as suas atrações;
      • Na fila com crianças - quando estamos em uma atração em que uma das crianças não pode entrar (altura, idade, ou mesmo quando a criança tem medo e não quer), não é necessário que os pais entrem na fila duas vezes. Basta que ao chegar na entrada da atração, se avise o atendente, é  chamada  de  switching off. Com isso, um dos adultos pode entrar na atração enquanto o outro aguarda do lado de fora, quando o primeiro retornar, o segundo pode entrar direto, sem ter que pegar a fila tudo de novo.

       

       

      Você é o visitante no. Visitante